De Perpignan à Catalunha

Vai encontrar cafés pitorescos, paisagens dramáticas e festivais animados.


Perpignan é uma cidade discreta: ao contrário da vistosa Barcelona ou da chique Montpellier, não é uma armadilha para turistas. Quem fica a ganhar são os visitantes. Tem um castelo, um bairro comercial encantador, um moderno teatro e um excelente festival internacional de fotojornalismo, o Visa Pour l'Image, que decorre no início de setembro. Se viajar de carro, Perpignan oferece ainda praia e montanha.

Se adora o sol, vá a Argeles, St. Cyprien ou Canet, vastos areais com o habitual bulício e diversão da praia. Se deseja uma experiência mais bela e madura, com ótimo marisco mas uma paisagem marítima mais rochosa, explore a aldeia de Collioure, ao longo da costa: é um pouco turística, mas constitui um belo passeio. Pode até apanhar a autoestrada para Figueras, em Espanha, um local maravilhoso onde Salvador Dalí viveu muitos anos. Mas atenção às filas de trânsito: só há uma estrada estreita e sinuosa para entrar e sair da povoação. No seu lugar, virava costas à praia e seguia no sentido contrário, em direção a oeste.